domingo, 29 de janeiro de 2012

ÁGAPE, DEZ LIÇÕES IMPORTANTES [Padre Marcelo Rossi]



DEZ LIÇÕES IMPORTANTES, QUE O NOSSO ÁGAPE ENSINA

1. A vida e as pessoas não são tão injustas e más como pensamos.

2. Conserve o hábito da oração. As suas orações serão sempre ouvidas e uma a uma a seu tempo serão respondidas... 

3. Cultive pensamentos de otimismo. Jesus abre um caminho onde solução “não há”. 

4. Lembre-se disso: “Tu és à flor de Deus”. Lança o seu perfume ao sabor do vento, ainda que sofrendo, ignorado,
desprezado e maltratado... 

5. Não se preocupe com o dia de amanhã. A cada dia bastam as suas próprias aflições. 

6. Quando a dor e as lágrimas forem tantas, a ponto de estar desencorajado e sem forças, ore e espere o auxílio divino. 

7. Nas provas da vida, não se lamente. Ore. Confie em Deus. Faça o melhor. 

8. Acima de tudo o que esteja sofrendo está a misericórdia de Jesus a sustentar o seu espírito. 

9. Nunca perca a fé e a confiança em si mesmo e no Poder Divino.

10. Livre-se dos entulhos das mágoas, das lágrimas, da revolta, da indignação, do sofrimento e do desgosto.
Agarre-se ao Ágape. 

Santa Terezinha [O Copo d'água, a Mão Cheia de Sal, o Lago e a Noviça]



Um dia Santa Terezinha pediu a uma jovem noviça triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse. 

"Qual é o gosto?" Perguntou Santa Terezinha.

"Ruim" disse a noviça. 

Santa Terezinha sorriu e pediu a jovem noviça que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. 

As duas caminharam em silêncio e a jovem noviça jogou o sal no lago, então Santa Terezinha disse: 

"Beba um pouco dessa água". 

Enquanto a água escorria do queixo da jovem, Santa Terezinha perguntou: 

"Qual é o gosto?" 

"Bom!" Disse a jovem noviça. 

"Você sente o gosto do sal?" Perguntou Santa Terezinha. 

"Não" disse a jovem. 

Santa Terezinha então sentou ao lado da jovem noviça, pegou sua mão e disse: 

"A dor na vida de uma pessoa não muda.

Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. 

Então, quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido das coisas. 

Deixe de ser um copo. Torne-se um lago".


O Silêncio de Maria!



O silêncio de Maria

Aprenda com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos. 

Aprenda com o silêncio a respeitar a opinião dos outros, por mais contrária que seja da sua. 

Aprenda com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora. 

Aprenda com o silêncio a reparar nas coisas mais simples, valorizar o que é belo, ouvir o que faz algum sentido, evitar reclamações vazias e sem sentido.

Aprenda com o silêncio que a solidão não é o pior castigo, existem companhias bem piores.... 

Aprenda com o silêncio que a vida é boa, que nós só precisamos olhar para o lado certo, ouvir a música certa,
ler o livro certo, escutar o CD certo, para você ser transformado. 

Aprenda com o silêncio a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia, enxergar em você as qualidades que possui,
equilibrar os defeitos que você tem e sabe que precisa corrigir e enxergar aqueles que você ainda não descobriu. 

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje - Ano de 2011.



Inicialmente, deve-se referir que a Igreja Católica ainda não se pronunciou oficialmente a respeito da autenticidade das aparições de Medjugorje, o que, aliás, se compreende, pois a Igreja é sempre cautelosa. Portanto, como disse o Apóstolo São Paulo, "guardai o que é bom", até que a Igreja dê o seu veredito final.

Abaixo as mensagens de 2011.



Mensagem de Nossa Senhora para a vidente Mirjana em 2 de dezembro de 2011

“Queridos filhos, como Mãe Eu estou com vocês para ajudá-los com o Meu Amor, oração e exemplo, Eu possa ajudá-los a se tornarem sementes do futuro, sementes que irão crescer em uma árvore forte e espalhar os seus ramos através do mundo. Para vocês se tornarem sementes do futuro, sementes do amor, implorem ao Pai que perdpe as suas omissões feitas até agora. Meus filhos, somente um coração puro, livre do pecado, pode abrir-se e somente olhos honestos podem ver o caminho pelo qual desejo conduzi-los. Quando compreenderem isto, vocês se tornarão conscientes do Amor de Deus -  será dado como presente a vocês. Então vocês o darão como um presente aos outros, como uma semente de amor. Obrigada a vocês.”

 Mensagem do dia 25 de novembro de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

 “Queridos filhos! Hoje EU desejo dar a vocês esperança e alegria. Tudo que está ao seu redor, filhinhos, leva vocês para as coisas mundanas, mas EU desejo guiá-los para um tempo de graça, para que através deste tempo vocês possam ser todos os mais próximos do MEU FILHO, que ELE possa guiá-los para Seu amor e vida eterna, pelos quais todo coração anseia. Vocês filhinhos, rezem e que possa este tempo para vocês um tempo de graça para sua alma. Obrigada por terem respondido ao MEU Chamado. ”


"Queridos filhos! O Pai não deixou vocês sozinhos, imenso é o Seu Amor, o Amor que Me conduz a vocês, para ajudá-los a conhecê-Lo e por intermédio de Meu Filho, com o coração preenchido possam chamá-Lo Pai, deste modo possam ser um povo na família de Deus. Mas, filhos Meus, não esqueçam que vocês não estão neste mundo só para vocês mesmos e que não chamei vocês aqui só para si mesmos. Aqueles que seguem Meu Filho, pensam no irmão em Cristo como em si próprios e não conhecem o egoísmo. Por isto eu desejo que vocês sejam a Luz do Meu Filho para que vocês possam iluminar aqueles que estão no pecado, aflição, dor e solidão, e com esta luz das suas vidas demonstrarem o Amor Divino. Eu estou com vocês! Se abrirem os seus corações, os conduzirei. Novamente os convido a rezarem para os seus pastores! Obrigada".

Nossa Senhora abençoou a todos e todos os objetos trazidos para a benção.

O grupo Medjugorje Brasil estava próximo da vidente Mirjana e levou todos os pedidos e os objetos para serem abençoados.

 Mensagem de Nossa Senhora, em 2 de outubro de 2011

“Queridos filhos; Também hoje Meu Materno Coração chama vocês a rezar, para o seu relacionamento pessoal com Deus o Pai, para a alegria da oração Nele. Deus o Pai não está longe de vocês e Ele não é desconhecido para vocês. Ele revelou a Si mesmo a vocês através de Meu Filho e deu a vocês Vida que é Meu Filho. Portanto, meus filhos não cedam as tentações que querem separar vocês de Deus o Pai. Rezem! Não tentem ter famílias e sociedades sem Ele. Rezem! Rezem para que os seus corações possam ser preenchidos pela bondade, que somente vem do Meu Filho, que é a sincera bondade. Somente corações preenchidos pela bondade podem compreender e aceitar Deus o Pai. Eu continuarei a guiar vocês. De modo especial eu imploro a vocês de não julgar os seus pastores. Meus filhos, vocês esqueceram que Deus o Pai os chamou ? Rezem! Obrigada.”

Mirjana disse: “Eu nunca disse nada antes, mas vocês estão conscientes, irmãos, que a Mãe de Deus estava conosco? Cada um de nós deveria perguntar a si mesmo: “Eu sou digno disto?” Eu estou dizendo isto por causa de ser difícil para mim vê-La (Nossa Senhora) em dor, porque cada um de nós está procurando um milagre, mas não quer trabalhar o milagre em si mesmo.”

Mensagem de Nossa Senhora em 25 de setembro de 2011

“Queridos filhos! EU chamo vocês para este tempo ser para todos vocês um tempo de testemunho. Vocês, que vivem no Amor de DEUS e têm experimentado Seus Dons, testemunhem-nos com suas palavras e vida, que elas possam ser alegria e encorajamento para os outros na fé. EU estou com vocês e incessantemente intercedo diante de DEUS por todos vocês, que sua fé possa ser sempre viva e alegre, e no Amor de DEUS. Obrigada por terem respondido ao Meu Chamado.”

Mensagem de Nossa Senhora em 2 de setembro de 2011

"Queridos filhos, com todo o Meu Coração e Alma cheia de Fé e Amor no Pai Celestial, Eu dei Meu Filho a vocês e estou dando Ele a vocês novamente. Meu Filho trouxe vocês, pessoas do mundo inteiro, a conhecerem o único Deus verdadeiro e o Seu Amor. Ele tem levado vocês no caminho da verdade e feito vocês irmãos e irmãs. Portanto, Meus filhos, não se desviem, não fechem os seus corações diante da verdade, esperança e amor. Tudo ao redor de vocês está passando e tudo está partindo, somente a Glória de Deus permanece. Portanto, renunciem a tudo que distancia vocês do Senhor. Adorem-no somente, porque Ele é o único Deus Verdadeiro. Eu estou com vocês e Eu permaneço com vocês. Eu estou especialmente rezando pelos pastores para que possam ser verdadeiros representantes de Meu Filho e possam conduzir vocês com amor no caminho da verdade. Obrigada."

Mensagem de Nossa Senhora em 25 de agosto de 2011

 “Queridos filhos! Hoje EU chamo vocês a rezarem e jejuarem pelas Minhas Intenções, porque satanás quer destruir Meu plano. Aqui, EU comecei com esta paróquia e convidei o mundo inteiro. Muitos tem respondido, mas há um número enorme daqueles que não querem ouvir ou aceitar Meu Chamado. Portanto, vocês que tem dito sim, sejam fortes e resolutos. Obrigada por terem respondido ao Meu Chamado.”

 Mensagem de Nossa Senhora transmitida a vidente Mirjana Soldo em 2 de agosto de 2011

“Queridos Filhos! Hoje, Eu os convido a nascerem de novo, em oração e através do Espírito Santo, para se tornarem um povo novo, com Meu Filho; um povo que sabe que, se perderem a Deus, perderão a si mesmos; um povo que sabe que, com Deus, apesar de todos os sofrimentos e provas, estão seguros e salvos. Eu os chamo a se reunirem na família de Deus e serem fortalecidos com a Força do Pai.Como indivíduos, meus filhos, vocês não podem parar o mal que quer começar a governar neste mundo e destruí-lo. Mas, de acordo com a vontade de Deus, todos juntos, com Meu Filho, vocês podem mudar tudo e curar o mundo. Eu os convido a orarem, com todo o seu coração, pelos seus pastores, porque o Meu Filho os escolheu. Obrigada.”

Mensagem do dia 25 de julho de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

"Queridos filhos! Que este tempo seja para vocês um  tempo de oração e silêncio. Descansem seu corpo e espírito, que eles possam estar no amor de DEUS. Permitam-Me, filhinhos, guiar vocês, abram os seus corações ao Espírito Santo para que todo o bem que está em vocês possa florescer e dar frutos ao cêntuplo. Comecem e terminem o dia com a oração com o coração. Obrigada por terem respondido ao Meu chamado. "

 Mensagem de Nossa Senhora à vidente Mirjana em 2 de julho de 2011

“Queridos filhos, hoje EU chamo vocês ao difícil e doloroso passo para a sua unidade com MEU FILHO. EU os chamo para completar a admissão e confissão dos pecados, à purificação. Um coração impuro não pode estar em MEU FILHO nem com MEU FILHO. Um coração impuro não pode dar o fruto do amor e unidade. Um coração impuro não pode fazer as coisas corretas e justas; não é um exemplo da beleza do Amor de DEUS para aqueles que o cercam e para aqueles que não conhecem este AMOR. Vocês, Meus filhos, estão se reunindo ao Meu redor cheios de entusiasmo, desejo e expectativas, e EU imploro a DEUS PAI para, por meio do ESPÍRITO SANTO, colocar MEU FILHO – fé, dentro de seus corações purificados. Meus filhos, obedeçam-ME, caminhem COMIGO.”

Quando Nossa Senhora estava saindo, ao Seu lado esquerdo, ELA mostrou as trevas, e ao Seu lado direito, uma Cruz em luz dourada. Foi colocado que Mirjana acredita que Nossa Senhora estava mostrando a diferença entre um coração limpo e um não limpo. Mirjana também declarou que Nossa Senhora abençoou todos os objetos religiosos e rezou pelos sacerdotes.

Mensagem do dia 25 de junho de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti - 30 anos das aparições

"Queridos filhos, agradeçam Comigo ao Altíssimo pela Minha presença com vocês. Alegre está o Meu Coração olhando o amor e a alegria que vocês tem em viver as Minhas mensagens. Muitos Me deram a resposta, mas Eu espero e procuro todos os corações adormecidos a fim de que acordem do sono da incredulidade. Aproximem-se mais ainda, filhinhos, do Meu Coração Imaculado para que Eu possa guiar todos vocês para a Eternidade. Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

Mensagem extraordinária ao vidente Ivan na colina das aparições em 24 de junho de 2011

"Queridos filhos, também hoje Eu regozijo com vocês. Também hoje, com alegria, Eu chamo vocês: aceitem Minhas mensagens e vivam Minhas mensagens. Que as Minhas mensagens possam tornar-se vida. Construam-nas em suas vidas. Que elas possam ser o alimento na jornada de suas vidas. Saibam, queridos filhos, Eu estou com vocês quando for mais difícil para vocês, que Eu encorajo e consolo vocês, que Eu intercedo diante do Meu Filho por vocês todos. Portanto, queridos filhos, perseverem em oração e não tenham medo. Sigam-Me sem medo. Obrigada, queridos filhos, também hoje, por viverem as Minhas mensagens."

Mensagem de Nossa Senhora dada a vidente Mirjana, 2 de junho de 2011

  "Queridos filhos! Quando Eu os chamo para rezarem por aqueles que não chegaram a conhecer o Amor de Deus, se vocês olharem em seus corações, compreenderão que Eu estou falando sobre muitos de vocês. Com um coração aberto, perguntem-se se vocês querem o Deus Vivo ou se querem eliminá-Lo e viverem como vocês quiserem. Olhem ao redor, Meus filhos, e vejam para onde o mundo está indo. O mundo que pensa em fazer tudo sem o PAI e que vaga nas trevas da tentação. Eu estou oferecendo-lhes a Luz da Verdade e o Espírito Santo. De acordo com o plano de Deus, Eu estou com vocês para ajudá-los a terem Meu Filho, Sua Cruz e Ressurreição, triunfo em seus corações. Como uma Mãe, Eu desejo e rezo por sua unidade com Meu Filho e Suas Obras. Eu estou com vocês. Vocês decidam-se. Obrigada."

 Mirjana também disse que Nossa Senhora estava muito triste. Ela dissse que quando Nossa Senhora disse 

“EU estou oferecendo a vocês a Luz da Verdade e o Espírito Santo”, Mirjana viu uma luz particular atrás de Nossa Senhora. Mirjana também disse que Nossa Senhora abençoou todos os presentes, seus artigos religiosos e ELA abençoou especialmente todos os padres presentes.

 Mensagem do dia 25 de maio de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

  "Queridos filhos! Minha oração hoje é por todos vocês que procuram a graça da conversão. Vocês batem na porta do Meu Coração, mas sem esperança e prece, em pecado, e sem o Sacramento da Reconciliação com DEUS. Deixem o pecado e decidam-se, filhinhos, pela santidade. Somente desta maneira, EU posso ajudá-los, ouvir suas preces e procurar a intercessão diante do ALTÍSSIMO. Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

 Mensagem de Nossa Senhora dada a vidente Mirjana, 2 de maio de 2011

 "Queridos filhos, Deus, o Pai envia-Me para mostrar a vocês o caminho da salvação, porque Ele, Meus filhos, deseja salvá-los e não condená-los. É por isso que Eu, como Mãe, estou reunindo vocês em torno de Mim, porque com o Meu Amor Maternal, Eu desejo ajudá-los a ficarem livres da sujeira do passado e começar a viver novamente e diferentemente. Eu estou chamando vocês para ressuscitarem em Meu Filho. Junto com a confissão dos pecados, renunciem a tudo o que os distancia de meu filho e que tem feito a sua vida vazia e sem sucesso. Digam sim ao Pai com o coração e preparem-se no caminho da salvação que Ele está chamando vocês através do Espírito Santo. Obrigada. Estou orando especialmente pelos pastores, para Deus ajudá-los a estarem próximos de vocês com o coração pleno."

Mensagem do dia 25 de abril de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

"Queridos filhos! Como a natureza dá a vocês as mais lindas cores do ano, EU também os chamo a testemunhar com sua vida e ajudar os outros a se aproximarem do Meu Imaculado Coração, para que a chama de amor pelo ALTÍSSIMO possa brotar em seus corações. EU estou com vocês e EU incessantemente rezo por vocês para que sua vida possa ser um reflexo do Paraíso aqui na terra. Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

 Mensagem de Nossa Senhora em 02 de abril de 2011 para a vidente Mirjana

 "Queridos filhos! Com amor Maternal, EU desejo abrir o coração de cada um de vocês para ensiná-los a unidade pessoal com o PAI. Para aceitar isso, vocês devem compreender que vocês são importantes para DEUS e que ELE está chamando vocês individualmente. Vocês devem compreender que sua oração é uma conversa de um filho com o PAI, que o amor é o caminho pelo qual vocês devem seguir – amor a DEUS e ao próximo. Isto é, meus filhos, o amor que não tem fronteiras, que é o amor que emana da verdade e vai até o fim. Sigam-ME, meus filhos, para que também os outros, reconhecendo a vedade e o amor em vocês, possam segui-los. Obrigada."

Mais uma vez, Nossa Senhora nos pediu para rezar pelos nossos pastores e disse:
Eles têm um lugar especial em Meu Coração. Eles representam MEU FILHO.

 Mensagem do dia 25 de março de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

  "Queridos filhos ! De uma maneira especial, hoje, EU desejo chamá-los à conversão. A partir de hoje, possa uma nova vida começar em seus corações. Filhos, EU desejo ver o seu sim, e que sua vida possa ser uma vivência alegre da Vontade de DEUS em todo momento de sua vida. De uma maneira especial, hoje, EU abençôo vocês com Minha Benção Maternal de paz, amor e unidade em Meu Coração e no Coração de MEU FILHO JESUS. Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

Apariçao anual para a vidente Mirjana em 18 de março de 2011

Nossa Senhora apareceu a Mirjana no Cruz Azul nesta manhã. Foi chovendo e muito frio. Nossa Senhora deu a seguinte mensagem:

"Queridos filhos! Eu estou com vocês em nome do maior amor, em nome do querido Deus, que veio perto de vocês através do Meu Filho e lhes mostrou o verdadeiro amor. Eu desejo conduzir-vos no caminho de Deus. Desejo ensinar a vocês o verdadeiro amor para que outros possam vê-lo em vocês, que vocês possam vê-lo em outros, que vocês possam ser um irmão para eles e que outros podem ver um irmão misericordioso em vocês. Meus filhos, não tenhais medo de abrir seu coração para Mim. Com o amor maternal, Eu vou te mostrar o que Eu espero de cada um de vocês, o que Eu espero dos Meus apóstolos. Fiquem comigo. Obrigada!”

Mirjana disse que Nossa Senhora abençoou todos os presentes e todos os seus artigos religiosos. Nossa Senhora também nos pediu para rezar pelos sacerdotes e disse:

"Volto a enfatizar que triunfarei junto com eles."

Mensagem de Nossa Senhora para a vidente Mirjana em 2 de março de 2011

"Queridos filhos ! Meu Coração Maternal sofre tremendamente quando olho para Meus filhos que persistentemente colocam aquilo que é humano antes do que é de DEUS, para meus filhos que, apesar de tudo o que os rodeia e apesar de todos os sinais que são enviados a eles, pensam que podem caminhar sem o MEU FILHO. Eles não podem ! Eles estão caminhando para a Perdição Eterna. É por isto que Eu estou reunindo vocês, que estão prontos a abrir os seus corações a Mim, a vocês que estão prontos a serem apóstolos do Meu Amor, a Me ajudarem; de modo que vivendo o Amor de DEUS vocês possam ser um exemplo para aqueles que não O conhecem. Possam o jejum e a oração dar a vocês força e Eu os abençôo com a Minha Benção Materna em Nome do PAI, e do FILHO e do ESPÍRITO SANTO. Obrigada."

Ao final da aparição, a vidente Mirjana disse que Nossa Senhora estava muito triste.

Mensagem do dia 25 de fevereiro de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

"Queridos filhos! A natureza está despertando e sobre as árvores os primeiros botões são vistos e que trarão as mais lindas flores e frutos. EU desejo que vocês também, filhinhos, trabalhem em sua conversão e que vocês sejam aqueles que testemunhem com sua vida, para que seu exemplo seja um sinal e um incentivo para a conversão dos outros. EU estou com vocês e diante de Meu Filho Jesus EU intercedo pela sua conversão. Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

Mensagem de Nossa Senhora em 2 de fevereiro de 2011 através da vidente Mirjana

"Queridos filhos, vocês estão se chegando ao redor de Mim, vocês estão procurando o seu caminho, vocês estão procurando, vocês estão procurando a verdade, mas estão esquecendo o que é mais importante, vocês estão esquecendo de rezar apropriadamente. Seus lábios pronunciam palavras sem fim, mas seu espírito não sente nada. Vagando na escuridão, vocês imaginam mesmo Deus de acordo com vocês próprios e não tal como ELE realmente é no Seu Amor. Queridos filhos, a oração apropriada vem do fundo do coração, de seu sofrimento, de sua alegria, de sua procura pelo perdão dos pecados. Esta é a maneira para se chegar a conhecer o Deus Verdadeiro, e também a si próprios, porque vocês são criados de acordo com ELE. A oração levará vocês ao cumprimento do Meu desejo, da Minha missão aqui com vocês, à unidade da família de Deus. Obrigada."

Mensagem do dia 25 de janeiro de 2011 à Marija Pavlovic-Lunetti

"Queridos filhos! Também hoje EU estou com vocês e EU estou olhando para vocês e os abençoando, e EU não estou perdendo a esperança que este mundo mudará para o bem e que a paz reinará nos corações dos homens. A alegria começará a reinar no mundo porque vocês se abriram ao Meu Apelo e ao Amor de DEUS. O Espírito Santo está mudando uma multidão daqueles que têm dito Sim. Portanto, EU desejo dizer a vocês: Obrigada por terem respondido ao Meu Apelo."

 Mensagem de Nossa Senhora em 2 de janeiro de 2011 através da vidente Mirjana

"Queridos filhos; hoje Eu os convido à unidade em Jesus, Meu Filho. Meu Coração Maternal reza para que vocês possam compreender que vocês são da família de Deus. Através da liberdade espiritual da vontade, a qual o Pai Celestial deu a vocês, vocês são chamados a se tornarem conhecedores da verdade, do bem ou do mal. Que a oração e o jejum abram os seus corações e os ajudem a descobrir o Pai Celestial através de Meu Filho. Ao descobrirem o Pai, a vida de vocês será direcionada para a realização da vontade do Pai e para a realização da família de Deus, da maneira que Meu Filho deseja. Eu não vou deixar vocês sozinhos neste caminho. Obrigada."

Mirjana sentiu que podia dizer a Nossa Senhora:

“Nós todos viemos até Você com os nossos sofrimentos e cruzes. Ajude-nos, nós A imploramos.”

Nossa Senhora estendeu Suas mãos em direção a nós e disse:

“Abram os seus corações a Mim. Dêem os seus sofrimentos a Mim. A Mãe ajudará.”


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Hóstia. O que significa?



Papa Bento XVI Celebrando a Eucaristia

Hóstia: O que a palavra lhe sugere?

Os cristãos adotaram a palavra hóstia para referir-se ao Cordeiro

Certa vez, pensando sobre o "Sacramento da Caridade", me fiz a seguinte pergunta: Por que será que costumamos associar "eucaristia" com "hóstia".

Fala-se em adorar a hóstia, ajoelhar-se diante da hóstia, levar a hóstia em procissão (na festa de Corpus Christi), guardar a hóstia... Uma criança chegou certa vez para a catequista e perguntou: "Tia, quanto tempo falta para eu tomar a hóstia?" (Referia-se à primeira comunhão).

Tive então a idéia de ir atrás da origem da palavra "hóstia". Corri para um dicionário (aliás, vários), e me dei conta que esta palavra vem do latim. Descobri que, em latim, "hóstia" é praticamente sinônimo de "vítima". Ao animal sacrificado em honra dos deuses, à vítima oferecida em sacrifício à divindade, os romanos (que falavam latim) chamavam de "hóstia". Ao soldado tombado na guerra vítima da agressão inimiga, defendendo o imperador e a pátria, chamavam de "hóstia". Ligada à palavra "hóstia" está a palavra latina "hóstis", que significa: "o inimigo". Daí vem a palavra "hostil" (agressivo, ameaçador, inimigo), "hostilizar" (agredir, provocar, ameaçar). E a vítima fatal de uma agressão, por conseguinte, é uma "hóstia".

Então, aconteceu o seguinte: O cristianismo, ao entrar em contato com a cultura latina, agregou no seu linguajar teológico e litúrgico a palavra "hóstia", exatamente para referir-se à maior "vítima" fatal da agressão humana: Cristo morto e ressuscitado.

Os cristãos adotaram a palavra "hóstia" para referir-se ao Cordeiro imolado (vitimado) e, ao mesmo tempo ressuscitado, presente no memorial eucarístico.

A palavra "hóstia" passa, pois, a significar a realidade que Cristo mesmo mostrou naquela ceia derradeira: "Isto é o meu corpo entregue... o meu sangue derramado". O pão consagrado, portanto, é uma "hóstia", aliás, a "hóstia" verdadeira, isto é, o próprio Corpo do ressuscitado, uma vez mortalmente agredido pela maldade humana, e agora vivo entre nós feito pão e vinho, entregue para ser comida e bebida: Tomai e comei..., tomai e bebei...

Infelizmente, com o correr dos tempos, perdeu-se muito este sentido profundamente teológico e espiritual que assumiu a palavra "hóstia" na liturgia do cristianismo romano primitivo, e se fixou quase que só na materialidade da "partícula circular de massa de pão ázimo que é consagrada na missa". A tal ponto de acabamos por chamar de "hóstia" até mesmo as partículas ainda não consagradas!

Hoje, quando falo em "hóstia", penso na "vítima pascal", penso na morte de Cristo e sua ressurreição, penso no mistério pascal. Hóstia para mim é isto: a morte do Senhor e sua ressurreição, sua total entrega por nós, presente no pão e no vinho consagrados. Por isso que, após a invocação do Espírito Santo sobre o pão e o vinho e a narração da última ceia do Senhor, na missa, toda a assembléia canta: "Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus".

Diante desta "hóstia", isto é, diante deste mistério, a gente se inclina em profunda reverência, se ajoelha e mergulha em profunda contemplação, assumindo o compromisso de ser também assim: corpo oferecido "como hóstia viva, santa, agradável a Deus" (Rm 12,1). Adorar a "hóstia" significa render-se ao seu mistério para vivê-lo no dia-a-dia. E comungar a "hóstia" significa assimilar o seu mistério na totalidade do nosso ser para se tornar o que Cristo é: entrega de si a serviço dos irmãos, hóstia.

E agora entendo melhor quando o Concílio Vaticano II, ao exortar para a participação consciente, piedosa e ativa no "sacrossanto mistério da eucaristia", completa: "E aprendam a oferecer-se a si próprios (grifo nosso) oferecendo a hóstia imaculada, não só pelas mãos do sacerdote, mas também juntamente com ele e, assim, tendo a Cristo como Mediador, dia a dia se aperfeiçoem na união com Deus e entre si, para que, finalmente, Deus seja tudo em todos" (SC 48).


Frei José Ariovaldo da Silva, OFM
Mestre em Sagrada Liturgia, prof. Inst Teológico Petrópolis

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

1ª Noite do Tríduo Preparatório à Festa de São Sebastião, Comunidade do Bairro Petrópolis, Vacaria/RS - Animação Grupo Água Viva.









Gostaria de compartilhar com os amigos uma experiência. No último dia 18 de janeiro de 2012, estivemos eu e os demais integrantes do Grupo Água Viva na Comunidade São Sebastião (Bairro Petrópolis, próximo à Rodoviária de Vacaria) (Vejam as fotos acima). Era a primeira noite preparatória para a festa que ocorrerá dia 22 de janeiro. Pediram-me uma palestra sobre o tema: "Com São Sebastião Somos Missionários na Fé". Preparei tudo, como sempre faço. Arquitetei bem o que deveria dizer, mas estava muito ansioso. Preparei vários textos e várias sequências para compor a palestra, tudo exige preparação. Fiz um esqueminha, mas quando o exercitava mentalmente dava tudo errado. Decidi, então, que não prepararia mais nada, deixaria o Espírito Santo guiar, a fim de que tudo corresse de acordo com a vontade de Deus. Já havia enfrentado situações assim e sabia que o Espírito é imprevisível, e sopra como quer, não havendo como saber o que se sucedrá, mas sempre se espera o melhor. Resolvi que faríamos o encontro como sempre fazemos na Matriz Nossa Senhora de Fátima (Grupo de oração carismático), com as adaptações que a situação exige. Iniciado o encontro, superadas as dificuldades que aparecem para autenticar a obra como oriunda do Espírito de Cristo, demos início ao encontro, realizando as etapas programadas, porém sem ficarmos presos a formalidades. Tudo transcorreu perfeitamente bem. A palestra fluiu de modo impressionante, evidenciando como somos eficientes quando estamos sob inspiração do Espírito Santo. No fina,l a adoração e a bênção e uma paz que as palavras não conseguem explicar....

Louvado seja Deus para sempre. Bendita seja a Santa e Imaculada Conceição.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Oração a Santa Luzia [Para cura de doenças nos olhos]

Ó Deus, a vós recorremos por intermédio de Santa Luzia, virgem e mártir, padroeira de todos os que sofrem de doenças oculares [nos olhos ou que prejudicam nossa visão], afastai, ou curai as doenças que prejudicam nosso olhar. Dai-nos olhos atentos às vossas maravilhas, as necessidades e aos sofrimentos de nossos irmãos e irmãs. Que a bênção de Santa Luzia nos ajude a contemplar a vossa glória, presente na criação e na eternidade. Amém.


Acima outra oração.


Dia 13 de dezembro é o dia de Santa Luzia!
Conheça a história: http://goo.gl/90pPF1

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Blog do Padre Giribone.

 Confira o novo blog do Padre Giribone.



 http://padregiribone.blogspot.com/

domingo, 15 de janeiro de 2012

Nossa Senhora da Salete [História das aparições. Mensagem de Nossa Senhora da Salete. Regra da Ordem da Mãe de Deus. As profecias da Virgem.]

 Vista panorâmica do Santuário de Nossa Senhora de La Salette, situado numa montanha dos alpes franceses.
Nossa Senhora de La Salette (em francês Notre-Dame de La Salette) é o nome dado à Santíssima Virgem Maria nas suas aparições na montanha de La Salete, Isére, nos Alpes franceses. Nossa Senhora terá alegadamente aparecido a 19 de Setembro de 1846 a duas crianças, Maximin Giraud de 11 anos e Mélanie Calvat de 15 anos.

O culto a Nossa Senhora de La Salette floresceu no século XX e, assim como Nossa Senhora de Lourdes (1858) e Nossa Senhora de Fátima (1917), continua a ser uma das mais famosas aparições marianas da cidade moderna. Tem fortes ligações com essas duas aparições através da linha do tempo do segredo de La Salette e da confirmação em Fátima das recomendações de Lourdes.

•    1 A primeira aparição
•    2 Os Apóstolos dos Últimos Tempos
•    3 A Regra da Ordem da Mãe de Deus
•    4 O difícil reconhecimento eclesial
•    5 As profecias da Virgem
o    5.1 Alerta para o espiritismo
o    5.2 Crise Ecológica
o    5.3 Crise Moral dos Sacerdotes
•    6 Devoção
o    6.1 Santuário
o    6.2 A Cruz
•    7 Referências
•    8 Bibliografia
•    9 Ver também
•    10 Ligações externas

 A primeira aparição


Representação duma aparição de Nossa Senhora de La Salette aos dois pastorinhos Mélanie Calvat e Maximin Giraud.

Os dois pastorinhos - Maximin Giraud e Mélanie Calvat - tiveram uma visão da Virgem Maria numa montanha perto de La Salette, França, a 19 de Setembro de 1846, por volta das três horas da tarde. Fazia muito sol. Maximin Giraud e Mélanie Calvat haviam recebido apenas uma muito limitada educação. A aparição consistia em três fases diferentes. As crianças viram, numa luz resplandecente, uma bela dama em um estranho costume, falando alternadamente francês e patois. Ela estava sentada sobre uma pedra, e as crianças relataram que a "Belle Dame" estava triste e chorando, com seu rosto descansando em suas mãos. A Bela Senhora pôs-se de pé. E disse: "Vinde, meus filhos, não tenhais medo, aqui estou para vos contar uma grande novidade!"

"Se meu povo não se quer submeter, sou forçada a deixar cair o braço de meu Filho. É tão forte e tão pesado que não o posso mais."

"Há quanto tempo sofro por vós."

"Dei-vos seis dias para trabalhar, reservei-me o sétimo, e não mo querem conceder! É isso que torna tão pesado o braço de meu Filho."

"E também os carroceiros não sabem jurar sem usar o nome de meu Filho. São essas as duas coisas que tornam tão pesado o Seu braço."

"Se a colheita for perdida a culpa é vossa (...) Orai bem, fazei o bem."

"Se a colheita se estraga, e só por vossa causa, Eu vo-lo mostrei no ano passado com as batatinhas: e vós nem fizestes caso! Ao contrário, quando encontráveis batatinhas estragadas, blasfemáveis usando o nome de meu Filho. Elas continuarão assim e, neste ano, para o Natal, não haverá mais."

Então, as crianças descem até a Bela Senhora. Ela não parava de chorar. Segundo os relatos das crianças a Senhora era alta e toda de luz. Vestia-se como as mulheres da região: vestido longo, um grande avental, lenço cruzado e amarrado às costas, touca de componesa. Rosas coroavam sua cabeça, ladeavam o lenço e ornavam seu calçado. Em sua fronte a luz brilhava como um diadema. Sobre os ombros carregava uma pesada corrente. Uma corrente mais leve prendia sobre o peito um crucifixo resplandecente, com um martelo de um lado, e de outro uma torquês. Assim a Bela Senhora falou em segredo a Maximino e depois a Melânia. E novamente, os dois em conjunto ouvem as seguintes palavras: "Se se converterem, as pedras e rochedos se transformarão em montões de trigo, e as batatinhas serão semeadas nos roçados" E a Bela Senhora conclui, não mais em patois, e sim em francês: "Pois bem, meus filhos, transmitireis isso a todo o meu povo." Terminou assim a aparição. Segundo as crianças ela andava, mas as plantas de seus pés não esmagavam a relva, quase não dobravam os talos. Mélanie correu e a contemplou de novo lá no alto. E depois, segundo ela, viu o rosto e a figura da Senhora desaparecendo à medida que a luminosidade aumentava.

 Os Apóstolos dos Últimos Tempos


Nas suas aparições, Nossa Senhora de La Salette, tal como São Luís de Montfort, falou dos Apóstolos dos Últimos Tempos.

São Luís Maria Grignion de Montfort, na sua obra "Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria", profetizou o surgimento futuro daqueles a que o próprio santo chamou de "Apóstolos dos Últimos Tempos" e que viriam a ser confirmados, mais tarde, durante as aparições de Nossa Senhora em La Salette.
Durante a aparição de 19 de Setembro de 1846, decorrida na montanha de La Salette, Nossa Senhora, após dar o segredo, ditou à vidente Mélanie Calvat, palavra por palavra, uma regra para que se fundasse uma ordem religiosa com o nome de "Ordem da Mãe de Deus" e que se destinaria aos "Apóstolos dos Últimos Tempos".

No dia 3 de Outubro 1876, num interrogatório, Mélanie Calvat revelou ao Padre F. Bliard: "Esta ordem abrangerá: 1º - Padres, que serão os Missionários da Santíssima Virgem e os Apóstolos dos Últimos Tempos; 2º - Irmãs religiosas que dependerão dos Missionários; 3º - Fiéis de vida secular que se queiram associar à obra. A finalidade desta nova ordem religiosa é a de trabalhar-se mais eficazmente na santificação do clero, na conversão dos pecadores e a de propagar o reino de Deus na terra inteira. As religiosas, tal como os missionários, são chamadas a trabalhar com zelo na salvação das almas pela oração e pelas obras de misericórdia corporais e espirituais. Quanto ao espírito da ordem, este deve ser o espírito dos primeiros apóstolos. A Santíssima Virgem caracterizou suficientemente este espírito, seja na regra que Ela me deu, seja no apelo aos Apóstolos dos Últimos Tempos em que finda o segredo".

Em relação aos "Apóstolos dos Últimos Tempos", Nossa Senhora de La Salette disse:

     Eu dirijo um urgente apelo à Terra; chamo os verdadeiros discípulos do Deus Vivo que reina nos Céus; chamo os verdadeiros imitadores de Cristo feito Homem, o único e verdadeiro salvador dos homens; chamo os meus filhos, os meus verdadeiros devotos, aqueles que já se me consagraram a fim de que vos conduza ao meu Divino Filho; os que, por assim dizer, levo nos meus braços, os que têm vivido do meu Espírito; finalmente, chamo os Apóstolos dos Últimos Tempos, os fiéis discípulos de Jesus Cristo que têm vivido no desprezo do mundo e de si próprios, na pobreza e na humildade, no desprezo e no silêncio, na oração e na mortificação, na castidade e na união com Deus, no sofrimento e no desconhecimento do mundo. Já é hora de que saiam e venham iluminar a Terra. Ide e mostrai-vos como filhos queridos meus. Eu estou convosco e em vós sempre que a vossa fé seja a luz que alumie, e nesses dias de infortúnio, que o vosso zelo vos faça famintos da glória de Deus e da honra de Jesus Cristo.
   
No mesmo dia 19 de Setembro 1846, Mélanie teve uma visão: "Vejo os Apóstolos dos Últimos Tempos com os seus hábitos. Ele parece-se mais ou menos ao dos sacerdotes dos seus tempos. Numa extremidade da cinta encontram se estas três letras em encarnado: M.P.J. (Mourir pour Jesus - Morrer por Jesus), na outra extremidade as seguintes três letras em azul: E.D.M. (Enfant de Marie - Filho de Maria)".

A Regra da Ordem da Mãe de Deus

Nossa Senhora de La Salette disse à Mélanie, no dia 19 de Setembro de 1846: "Melanie, o que direi agora não será segredo; será a regra que fareis seguir às minhas filhas que estarão aqui quando a regra for aprovada pelos superiores. Os meus missionários seguirão a mesma regra".

•    1. Os membros da ordem da Mãe de Deus amarão Deus sobre todas as coisas e o seu próximo como si próprios unicamente pelo amor de Deus.
•    2. O espírito desta ordem não sera outro que o próprio espírito de Jesus Cristo e o espírito de Jesus Cristo nas almas.
•    3. Os membros desta ordem se aplicarão a estudar e imitar Jesus Cristo, e quanto mais Jesus será conhecido, mais eles se humilharão à vista do seu nada, da sua fraqueza, da sua incapacidade de fazer um bem real nas almas sem ajuda da divina graça.
•    4. Eles terão uma obediência perfeita em tudo e em qualquer parte.
•    5. Cada um deles, conservará perfeitamente casto o seu corpo e espírito para que Jesus Cristo faça a sua morada neles.
•    6. Os membros desta ordem terão um só coração e uma só alma em Jesus Cristo
•    7. Nenhum deles terá qualquer propriedade, nem ambicionará qualquer coisa passageira, mas tudo será propriedade comum. Quero que todos os meus filhos se desnudem totalmente de bens passageiros, sejam despojados de tudo.
•    8. Terão uma grande caridade sem limites; sofrerão tudo de todos ao exemplo do seu divino mestre e não farão sofrer ninguém.
•    9. Os membros da ordem obedecerão ao seus superiores e lhes renderão a honra e o respeitos devido com uma grande simplicidade do coração.
•    10. A superiora vigiará com docilidade sobre a observação da regra. De tempo em tempo, ela consultará o padre missionário que cuidará das vossas almas. Ela será a mais humilde e será mais severa contra si mesma do que contra as outras. Ela corrigirá as faltas das suas filhas com grande docilidade e prudência. Ela elevará sempre a sua alma a Deus antes de corrigir.
•    11. Haverá no santuário exposto o Santíssimo Sacramento de dia e noite, durante os meses de Setembro, de Fevereiro e Maio, aonde a felicidade dos membros da ordem consistirá de passar felizes horas quando a caridade e a salvação das almas o permeter.
•    12. Levarão uma vida interior, portanto laboriosa, unindo a vida contemplativa à vida activa; sacrificarão-se e ferão-se vitimas de Jesus e de Jesus crucificado.
•    13. Receberão quotidianamente o pão de vida com muita piedade. Podereis no entanto recusar a comunhão à qualquer membro quando vereis, que ele não segue os passos de Jesus crucificado.
•    14. Fora dos jejums prescritos pela Igreja, els jejuerão também durante os meses de Setembro, Fevereiro e Maio. Servirão-se de uns instrumentos de penitência. Aqueles que por fraqueza não poderão fazer obras de expiação oferecerão com docilidade e humildade esta infirmidade a Jesus Cristo.
•    15. Jejuarão e farão qualquer penitência todas as sextas-feiras. Todas estas obras serão oferecidas pelas almas do purgatório, em favor da conversão e pelo progresso próprio no amor de Deus.
•    16. Os membros da ordem serão muito dóceis e humildes perante pessoas seculares et receberão-los com grande bondade. Os que serão os mais humildes terão o primeiro lugar no coração de Jesus e no meu.
•    17. Os membros não terão que um só coração e uma só alma, ninguém agarrar-se-há à própria vontade.
•    18. Serão de uma pureza angélica e observerão uma grande modéstia perante todos e em toda a parte.
•    19. Todos guardarão um silêncio profundo, evitando com cuidado conversas inúteis com estranhos.
•    20. As pessoas que quererão ser recebidas nesta ordem, terão a intenção sincera de se dar a Deus inteiramente e de se sacrificar pelo Seu amor. Aplicarão-se bem à obediência, que as conduzirá ao Céu.
•    21. Não serão admitidos entre os postulantes antes de ter feito exercícios espirituais de doze dias, durante os quais terão feitos um confissão geral au padre missionário, confessor da comunidade. Se estiverem dispostos a trabalhar com todas as suas forças na sua própria santificação e a adquirir as virtudes próprias a uma vítima disposta a se imolar cada dia pelo Deus do céu e da terra, serão recebidos no noviciado e após três meses receberão o hábito da ordem. E não devem esquecer que foram recebidos na casa da Mãe de Deus exclusivamente para trabalhar na sua santificação pela oração, pela penitência e por todas as obras que diyem respeito à glória de Deus e à salvação das almas.
•    22. Meus missionários serão os apóstolos dos últimos tempos; pregarão o Evangelho de Jesus Criso em toda a sua pureza por toda a terra.
•    23. Terão um zelo infatigável, pregarão a emenda dos corações, a penitência e a observação da lei de Deus; pregarão sobre a necessidade da oração, sobre o menosprezo da coisas da terra, sobre a morte, o julgamento, o paraíso e o inferno, sobre a vida, a morte e a ressureição de Jesus Cristo. Fortificarão as pessoas na fé para que, quando o demónio vier, muitos não sejam enganados.
•    24. Formerá-se-há bem as novas pessoas nas virtudes cristãs e na práctica da humildade, da caridade, da renûncia e da docilidade.
•    25. O noviciado será de seis anos. Aqueles que terão dado a prova de sólidas virtudes e que queiram se juntar aos combatentes de Jesus Cristo nesta ordem, pedirão de joelhos à superiora esta graça; e após que tereis feito conhecido as suas obrigações dentro da regra que Eu vos dou; se eles prometerão de a observar fielmente, receberei-los.
•    26. A oração se fará de comum no santuário, à hora que convier, que sera estabelecida.
•    27. Comer-se-há no refeitório o que seja necessário para sustentar a vida e para trabalhar para a glória de Deus; ao mesmo tempo que o corpo receber o que lhe convier durante a refeição a alma sera fortificada por uma leitura santa.
•    28. Ter-se-há o maior cuidado com os membros enfermos e doentes.
•    29. Se um membro ofender um outro membro por palavras ou outros actos, deverá emendar a sua falta o mais breve possível.
•    30. Todos os membros desta ordem farão uma genuflexão cada vez que passarão diante do tabernáculo aonde se encontra Jesus Cristo.
•    31. Cada vez que as pessoas se encontrarão, uma dirá "Que Jesus seja amado por todos os corações!" e a outra responderá: "Assim seja!"
•    32 As religiosas recitarão o ofício como as religiosas de Corenc perto de Grenoble; também o capítulo e as outras práticas se farão como lá.
•    33. Todos os membros trarão uma cruz como a minha".
 
 O difícil reconhecimento eclesial

Em 7 de Julho de 1847, o bispo de Grenoble pediu aos cânones Pierre-Joseph Rousselot e André Berthier - ambos professores no Seminário Maior da cidade - que conduzissem uma investigação aprofundada da aparição, e escrevessem um relatório completo sobre a mesma. Este relatório foi concluído em 15 de outubro de 1847.

Em novembro de 1847, o bispo apresentou o relatório a uma comissão de inquérito constituída por dezesseis especialistas, sob a sua presidência.

Houve um total de oito conferências, que ocorreram em 8, 15, 16, 17, 22 e 29 de Novembro e 6 e 13 de Dezembro de 1847. Durante duas das sessões, Mélanie e Maximin estiveram presentes e foram questionados sobre o que viram.

Quanto à votação final, doze dos dezesseis membros apoiaram a veracidade da aparição. Três dos doze membros tinham dúvidas em relação a alguns de seus elementos. Um membro, Jean-Pierre Cartellier, manifestou certeza de que a aparição fosse falsa. Assim que a comissão concluiu suas deliberações, o relatório foi aprovado.

O relatório foi então publicado por Pierre Joseph Rousselot em 26 de Junho de 1848. Foi enviado ao Papa Pio IX em agosto do mesmo ano. As conclusões do relatório foram aceites pela Santa Sé. No entanto, houve resistência dentro da hierarquia da Igreja na França, que buscava um apaziguamento com as autoridades. As dúvidas não desapareciam totalmente, já que o Cardeal de Bonald não acreditava na veracidade da aparição. Este, então, exigiu que as crianças lhe contassem os segredos que a Virgem havia-lhes confiado, sob o falso pretexto de possuir um mandato papal.

A 2 de Julho de 1851, as crianças escreveram sobre a aparição e os segredos que a Virgem Maria havia-lhes comunicado. Mélanie, que escrevera seu texto no convento das Irmãs da Providência de Corenc, disse que só havia escrito uma breve versão do segredo, e insistiu para que ambos os textos fossem diretamente entregues ao Papa. Sob essas condições, dois representantes foram enviadas a Roma. O texto dos dois segredos foram ambos entregues ao Papa Pio IX em 18 de julho de 1851.

A 19 de Setembro de 1851, quinto aniversário da aparição, esta foi aprovada oficialmente em carta pastoral do bispo diocesano, sob o título "Nossa Senhora de La Salette".

 As profecias da Virgem

O tema central das mensagens da Virgem para a humanidade foi que deveriam livrar-se do pecado mortal e fazer penitência, ou sofreriam terríveis sofrimentos. A Virgem Maria predisse eventos futuros da sociedade e da Igreja. O cumprimento destas previsões foi também visto como uma das indicações da veracidade da aparição nas investigações que se seguiram à aparição. No que diz respeito à sociedade, a Virgem Maria previu que a colheita seria completamente fracassada. Em Dezembro de 1846, a maior parte das camadas populares foi atingida por doenças e, em 1847, uma fome assola a Europa, resultando na perda de cerca de um milhão de vidas, sendo cem mil só na França. A Cólera se tornou prevalente em várias partes da França e custou a vida de muitas crianças. O desaparecimento da Segunda República Francesa, com a Guerra franco-prussiana (1870-1871) e a revolta da Comuna de Paris de 1871 foram igualmente previstos. No que diz respeito à Igreja, Ela previu que a fé católica na França e no mundo, mesmo na hierarquia católica, iria diminuir bastante, por causa dos muitos pecados dos leigos e do clero. Guerras iriam ocorrer se os homens não se arrependessem, e Paris e Marselha seriam destruídas. A Humanidade foi alertada para a vinda do anticristo e do fim dos tempos. Para Maximino, Ela previra a conversão da Inglaterra na fase final do apocalipse.


Alerta para o espiritismo

Nas suas profecias a Virgem alerta com bastante rigor:

     "No ano de 1864, Lúcifer, com um grande número de demônios serão soltos do inferno. Eles abolirão a fé pouco a pouco, mesmo nas pessoas consagradas a Deus. Os cegará duma tal maneira que, a não ser por uma graça especial, essas pessoas tomarão o espírito desses anjos maus. Muitas casas religiosas perderão inteiramente a fé e perderão muitas almas.Os maus livros se multiplicarão sobre a terra, e os espíritos das trevas espalharão por toda a parte um relaxamento universal por tudo o que respeita ao serviço de Deus; eles terão um poder muito grande sobre a natureza. Haverá igrejas para servir a esses espíritos. Pessoas serão transportadas dum lugar para outro por esses espíritos malignos e mesmo sacerdotes, porque estes não serão conduzidos pelo bom espírito do Evangelho que é um espírito de humildade, de caridade e de zelo pela glória de Deus. Far-se-á ressuscitar mortos e justos" (isto é, esses mortos tomarão a forma das almas justas que tinham vivido na terra, a fim de seduzir melhor os homens: esses auto-denominados mortos ressuscitados, que não serão outra coisa que o demônio debaixo dessas figuras, pregarão um outro evangelho contrário ao do verdadeiro Jesus Cristo, negando a existência do céu e mesmo a das almas dos condenados. Todas essas almas parecerão como unidas a seus corpos). "Haverá em todos os lugares prodígios extraordinários, porque a verdadeira fé se extinguiu e a luz falsa ilumina o mundo. Desgraçados dos Príncipes da Igreja que não se ocuparão senão com amontoar riquezas sobre riquezas, salvaguardar a sua autoridade e dominar com orgulho!" [1]

A Virgem cita o ano de 1864 num contexto de "multiplicação de maus livros sobre a terra" e a "pregação de um evangelho contrário ao de Jesus Cristo negando a existência do Céu e do Inferno". Seu alerta, embora parecesse confuso à época, aparentemente previra o lançamento, em 1864, do livro "O Evangelho Segundo o Espiritismo" de Allan Kardec, versão dos ensinamentos de Jesus, contextualizada em passagens dos Evangelhos e aduzida de mensagens atribuídas aos Espíritos, pregando ideias na forma contestada pela manifestação de Salete, e relatando os mesmos "prodígios" que Maria alertara dezenas de anos antes.

Não se pode esquecer, contudo, que o século XIX foi pontuado pelo surgimento de inúmeras seitas e filosofias ditas de cunho religioso, oriundas de diferentes nações, idiomas e raízes filosóficas ou mesmo pretensamente teológicas, nem sempre afinadas com os tradicionais ensinamentos da Santa Igreja Católica.

Crise Ecológica

Também é possível perceber nos alertas de Nossa Senhora de La Salette alguns viés da crise ecológica ao mencionar situações tais como: "A natureza exige vingança para os homens, ela treme de espanto na expectativa do que deve suceder à terra manchada de crimes ... As estações serão mudadas, a terra não produzirá senão maus frutos ... a água e o fogo cansarão ao globo terrestre movimentos convulsivos e horríveis terremotos, que farão tragar montanhas, cidades, etc.."

Crise Moral dos Sacerdotes

Outro clamor atual da Virgem é quanto à crise moral e até mesmo litúrgica da vida sacerdotal; podemos até citar as desonras e a vergonha da Igreja com a falta de muitos dos seus membros pelos escândalos de pedofilia, sincretismo, apostasia e outras abominações.

Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os padres pedem vingança, e esta está suspensa sobre as suas cabeças. Desgraçados dos padres e das pessoas consagradas a Deus, as quais, por suas infidelidades e sua má vida crucificam novamente o meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao Céu e chamam a vingança e ela está às suas portas, pois não se encontra ninguém para implorar misericórdia, e perdão para o povo; não há mais almas generosas não há mais ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Pai Eterno em favor do mundo.
   
Devoção

O dia de comemoração da Nossa Senhora de La Salette é 19 de Setembro, dia da sua primeira aparição.





 Fonte: www.wikipedia.com







quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Psicólogos admitem a importância da oração ["A nossa vida não deve ser caracterizada por inquietações que geram ansiedade, e sim pela fé que produz felicidade. A Ciência reconhece a importância da fé]"


´´A nossa vida não deve ser caracterizada por inquietações que geram ansiedade, e sim pela fé que produz felicidade“.
Charles H. Spurgeon (1834-1892)
Príncipe dos Pregadores Ingleses

A coordenadora da área de psicologia da Liga de Dor da Faculdade de Medicina do Hospital das Clinicas de São Paulo (HCFMUSP), Andréa Portinoi, desenvolveu um trabalho com o tratamento de portadores de dor crônica.

Ela ressalta que a força interior demonstrada por aqueles que professam a fé em Deus é bastante positiva. “A Fé é uma convicção profunda e serena, que tem uma função protetora muito importante para a integridade física e psíquica do individuo”, afirma Dra. Andréa.

Desde a década 1980 que várias pesquisas realizadas no mundo inteiro vêm provando que existe relação entre fé e qualidade de vida e a cura de várias doenças, entre elas a depressão. “Há muitas evidências científicas de que fé e métodos como a oração ajudam na melhora clínica dos indivíduos”, diz o médico Thomas McCormick, do departamento de historia e Ética Medica da Universidade de Washington (EUA).

Um estudo realizado nos Estados Unidos, esse pelo Centro Medico da Universidade de Pittsburg, Mostrou que quem freqüenta igreja ou templo religioso pelo menos uma vez por semana tem uma expectativa de vida maior do que aqueles que não adotam esse hábito. “A freqüência a igrejas diminui o estresse tanto pelo ambiente acolhedor como pela orientação que a pessoa recebe para lidar com os problemas”, diz Daniel Hall, coordenador da pesquisa.

Já a equipe do psicólogo Michael McCullough, da Universidade de Miami-EUA, conclui, através de um estudo, que as pessoas religiosas tendem a ter menores taxas de abuso de substâncias, melhor desempenho escolar, menos delinqüência, melhores comportamentos de saúde, menos depressão e vidas mais longas. Para os pesquisadores, o comportamento religioso é capaz de incentivar as pessoas a exercitar o autocontrole e a regular mais eficientemente as suas emoções e comportamentos para poderem perseguir objetivos valorizados.

CONCLUSÃO

Orar, amar e ter fé, são ferramentas poderosíssimas para o sucesso. Viva intensamente a fortaleza da oração, o poder do amor e a vitória da fé. Viver tudo isso com glória para sempre.

“Orai sem Cessar” (1Ts 5,17). “Amar a Deus, o próximo e a si mesmo” ( Mt 22, 37-39). E “usar a fé que vence o mundo”` (1 Jo 5,4). É interessante ressaltar que nós somos pessoas amadas e carregamos dentro de nós as virtudes da oração e da fé. Afirma o “Apóstolo da Caridade”, São João: “Deus nos amou primeiro” ( 1Jo 4, 19).

Somos criados com a potencialidade de amar e sermos amados. O amor é tudo para as nossas realizações.

Pe. Inácio José do Vale
Professor de Historia da Igreja
Pregador de Retiros Espirituais

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Oração a Jesus Vivendo em Maria - São Luis Maria Grignion de Monfort

 
Ó Jesus que viveis em Maria, vinde e vivei em vossos servos, no espírito de vossa santidade, na plenitude de vossa força, na perfeição de vossas vias, na verdade de vossas virtudes, na comunhão de vossos mistérios; dominai sobre toda a potestade inimiga, em vosso espírito para a glória do Pai. Amém.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

A RECITAÇÃO DO SANTO ROSÁRIO - PEDIDO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - [Instruções de como rezar o ROSÁRIO, meditando os mistérios gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos, bem como os fundamentos bíblicos e do magistério da Igreja, além do ensinamento dos santos. Trata-se de oração poderosíssima, um forte escudo contra todos os males e uma sólida proteção em todas as circustâncias]



A RECITAÇÃO DO SANTO ROSÁRIO

Para quem somente reza um Terço por dia, o Santo Padre sugeriu distribuir os mistérios do Rosário, ao longo da semana, da seguinte forma:

- Mistérios Gozosos: segunda-feira e sábado;

- Mistérios Luminosos: quinta-feira;

- Mistérios Dolorosos: terça e sexta-feira;

- Mistério Gloriosos: quarta-feira e domingo.

SINAL DA CRUZ

Pelo poder e pelos sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus Nosso Senhor dos nossos inimigos visíveis e invisíveis.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém.

OFERECIMENTO DO TERÇO

Uno-me a todos os santos que estão no Céu, a todos os justos que está sobre a Terra, a todas as almas fiéis que estão neste lugar. Uno-me a vós, meu Jesus, para louvar dignamente vossa Santa Mãe, e louvar-Vos a Vós, n’Ela e por Ela. Renuncio a todas das distrações que me sobrevierem durante este Rosário, que quero recitar com modéstia, atenção e devoção, como se fosse o último de minha vida. Assim Seja.

Nós vos oferecemos, Trindade Santíssima, este Credo, para honrar os mistérios todos de nossa Fé; este Pai Nosso e estas três Ave-Marias, para honrar a unidade de vossa essência e a trindade de vossas Pessoas. Pedimo-Vos uma fé viva, uma esperança firme e uma caridade ardente.

CREDO [Creio]
(Reza-se segurando o crucifixo)

Creio em Deus Pai, Todo-poderoso, criador do Céu e da Terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo. Nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressureição do corpo, na vida eterna. Amém.

PAI NOSSO
(Reza-se na primeira conta)

Pai Nosso, que estais no Céu. Santificado seja o vosso nome. Seja feita a vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos têm ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Três Ave-Marias
(Reza-se no conjunto das três contas)

- Louvemos a Maria, Filha bem amada do Pai Eterno: Ave-Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte, amém;

- Louvemos a Maria, Mãe admirável de Deus Filho: Ave-Maria...

- Louvemos a Maria, Esposa Fidelíssima do Espírito Santo: Ave-Maria...

GLÓRIA
(Reza-se na conta anterior à medalha)

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.

JACULATÓRIA PARA SER INTERCALADA ENTRE AS DEZENAS
(Recomendada por Nossa Senhora de Fátima)

Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno. Levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem.

I- MISTÉRIOS GOZOSOS:

1º- A ANUNCIAÇÃO DO ANJO GABRIEL E A ENCARNAÇÃO DO VERBO

“...26. No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27. a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. 28. Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. 29. Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. 30. O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. 31. Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. 32. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, 33. e o seu reino não terá fim. 34. Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem? 35. Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus. 36. Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril, 37. porque a Deus nenhuma coisa é impossível. 38. Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela...” (Lucas, 1, 26-38)


Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

2º- A VISITAÇÃO A SANTA ISABEL

"...39. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. 40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. 41. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42. E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. 43. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? 44. Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. 45. Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas! 46. E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, 47. meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, 48. porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, 49. porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. 50. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem. 51. Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos. 52. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. 53. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. 54. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, 55. conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre. 56. Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa...” (Lucas, 1, 39-56)


Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

3º O NASCIMENTO DE JESUS

“...1. Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra. 2. Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria. 3. Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade. 4. Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi, 5. para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida. 6. Estando eles ali, completaram-se os dias dela. 7. E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria. 8. Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. 9. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. 10. O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: 11hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. 12. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura. 13. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: 14. Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina). 15. Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou. 16. Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura. 17. Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino. 18. Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que lhes contavam os pastores. 19. Maria conservava todas estas palavras, meditando-as no seu coração. 20. Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito. 21. Completados que foram os oito dias para ser circuncidado o menino, foi-lhe posto o nome de Jesus, como lhe tinha chamado o anjo, antes de ser concebido no seio materno...” (Lucas, 2, 1-21)



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

4º A APRESENTAÇÃO DO MENINO JESUS NO TEMPLO

"...22. Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor, 23. conforme o que está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor (Ex 13,2); 24. e para oferecerem o sacrifício prescrito pela lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos. 25. Ora, havia em Jerusalém um homem chamado Simeão. Este homem, justo e piedoso, esperava a consolação de Israel, e o Espírito Santo estava nele. 26. Fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que não morreria sem primeiro ver o Cristo do Senhor. 27. Impelido pelo Espírito Santo, foi ao templo. E tendo os pais apresentado o menino Jesus, para cumprirem a respeito dele os preceitos da lei, 28. tomou-o em seus braços e louvou a Deus nestes termos: 29. Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. 30. Porque os meus olhos viram a vossa salvação 31. que preparastes diante de todos os povos, 32. como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel. 33. Seu pai e sua mãe estavam admirados das coisas que dele se diziam.34. Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, 35. a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. E uma espada transpassará a tua alma..." (Lucas, 2, 22-35)



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

5º A PERDA E O ENCONTRO DO MENINO JESUS NO TEMPLO

"...41. Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. 42. Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. 43. Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem. 44. Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. 45. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. 46. Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. 47. Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas. 48. Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição. 49. Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai? 50. Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera. 51. Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. 52. E Jesus crescia em estatura, em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens...." (Lucas 2, 41-52)



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

II- MISTÉRIOS LUMINOSOS:

1º O BATISMO DE JESUS NAS ÁGUAS DO RIO JORDÃO

"...13. Da Galiléia foi Jesus ao Jordão ter com João, a fim de ser batizado por ele. 14. João recusava-se: Eu devo ser batizado por ti e tu vens a mim! 15. Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois convém cumpramos a justiça completa. Então João cedeu. 16. Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus. 17. E do céu baixou uma voz: Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição. (Mateus 6.13-17).



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

2º O PRIMEIRO MILAGRE DE JESUS NAS BODAS DE CANÁ

"...1. Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. 2. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. 3. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. 4. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. 5. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser. 6. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas. 7. Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima. 8. Tirai agora , disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram. 9. Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era (se bem que o soubessem os serventes, pois tinham tirado a água), chamou o noivo 10. e disse-lhe: É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora. 11. Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele..." (João 2 - 1 a 11)


Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

3º O ANÚNCIO DO REINO DOS CÉUS

"...14. Depois que João foi preso, Jesus dirigiu-se para a Galiléia. Pregava o Evangelho de Deus, e dizia: 15.'Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho'..." (Marcos 1, 14-15)



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

4º A TRANSFIGURAÇÃO DE JESUS
(Segundo a Tradição, ocorreu no Monte Tabor)


"...1. Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os à parte a uma alta montanha. 2. Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura. 3. E eis que apareceram Moisés e Elias conversando com ele. 4. Pedro tomou então a palavra e disse-lhe: Senhor, é bom estarmos aqui. Se queres, farei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias. Falava ele ainda, quando veio uma nuvem luminosa e os envolveu. E daquela nuvem fez-se ouvir uma voz que dizia: Eis o meu Filho muito amado, em quem pus toda minha afeição; ouvi-o. 6. Ouvindo esta voz, os discípulos caíram com a face por terra e tiveram medo.  7. Mas Jesus aproximou-se deles e tocou-os, dizendo: Levantai-vos e não temais. 8. Eles levantaram os olhos e não viram mais ninguém, senão unicamente Jesus..." (Mateus 17, 1-8)





Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

5º A INSTITUIÇÃO DA EUCARISTIA

"...26. Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo. 27. Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos, 28. porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados. 29. Digo-vos: doravante não beberei mais desse fruto da vinha até o dia em que o beberei de novo convosco no Reino de meu Pai..." (Mateus 26, 26-29).



Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...


III- MISTÉRIOS DOLOROSOS:

Conforme ensinamento constante no livro Imitação de Cristo: “Se não sabes contemplar as coisas celestiais, medita na paixão do Salvador, e habita gostosamente em suas chagas sagradas” (Imitação de Cristo, Editora Ave-Maria, Livro II, Capítulo 4, Pág. 131). Portanto, passemos agora a reviver em nosso coração os momentos marcantes de Jesus, para que possamos ter paciência e força diante dos sofrimentos do mundo.

1º  MISTÉRIO DOLOROSO – A AGONIA NO HORTO:



Após o encerramento da ceia pascal, Jesus dirigiu-se ao Monte das Oliveiras, local onde passou a angustiar-se em razão de tudo o que haveria de lhe acontecer nas próximas horas.

Assim diz a Palavra:

“...Retirou-se Jesus com eles para um lugar chamado Getsâmani e disse-lhes: ‘Assentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar.’ E, tomando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e angustiar-se. Disse-lhes, então: ‘Minha alma está triste até a morte. Ficai e vigiai comigo.’ Adiantou-se um pouco e, prostrando-se com a face por terra, assim rezou: ‘Meu Pai, se é possível, afasta de mim este cálice! Todavia não se faça o que eu quero, mas sim o que tu queres.’...” (Mateus, 26, 36-39)

Em face da agonia, o inimigo aproximou-se e tentou violentamente Jesus, no intuito de convencê-lo a desobedecer ao Pai. Jesus, porém, fez-se obediente até a morte, dando-nos o exemplo de como devemos reagir diante das sugestões daquele que se opõe a Deus, que é obedecendo ao Pai até o último momento de vida.

Além disso, é preciso observar que nós, quando estivermos diante de momentos angustiantes, precisamos nos voltar ao Pai, com obediência e resignação.

Por último, observemos que Nosso Senhor Jesus Cristo nos mostrou o caminho da Cruz, o caminho da vida, a chave do Céu. Se houvesse outro caminho para a Salvação, que não a Cruz, Jesus o teria mostrado, com exemplos e palavras.


"Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca".

"...O mundo ainda ignora tudo que Jesus sofreu. Acompanhei-O no Jardim das Oliveiras, no calabouço e no julgamento no tribunal; estive com Ele em cada um dos Seus tormentos. Nenhum de seus movimentos, nenhum olhar Seu me passou despercebido. E conheci todo o poder do Seu amor e da Sua Misericórdia pra com as almas." (Diário de Santa Faustina, A Misericórdia Divina na Minha Alma, parágrafo 1054, página 289, edição brasileira 1995)

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

2º MISTÉRIO DOLOROSO - A FLAGELAÇÃO DE JESUS:

"...33. Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus? 34. Jesus respondeu: Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim? 35. Disse Pilatos: Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste? 36. Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. Se o meu Reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo. 37. Perguntou-lhe então Pilatos: És, portanto, rei? Respondeu Jesus: Sim, eu sou rei. É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo. Todo o que é da verdade ouve a minha voz. 38. Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade?... Falando isso, saiu de novo, foi ter com os judeus e disse-lhes: Não acho nele crime algum. 39. Mas é costume entre vós que pela Páscoa vos solte um preso. Quereis, pois, que vos solte o rei dos judeus?
40. Então todos gritaram novamente e disseram: Não! A este não! Mas a Barrabás! (Barrabás era um salteador.)1. Pilatos mandou então flagelar Jesus..."  (João 18, 33-40 e 19, 1)




"Quando concentro na Paixão do Senhor, frequentemente vejo Nosso Senhor na adoração, da seguinte maneira: após a flagelação, os carrascos levaram-No e tiraram-Lhe as vestes, que já se tinham colado às feridas; ao tirarem Suas vestes renovaram-se Suas Chagas. Em seguida, cobriram o Senhor com um manto de púrpura, sujo e rasgado, jogando-o sobre as chagas renovadas. Esse manto, apenas em alguns pontos, atingia os joelhos. Mandaram, então, que o Senhor se sentasse num tronco; fizeram uma coroa de espinhos e colocram na Sua Santa Cabeça, pondo-Lhe ainda um caniço nas Suas mãos e zombando d'Ele. Inclinavam-se diante d'Ele como diante de um rei, cuspiam no Seu rosto, enquanto outros pegavam o caniço e batiam na cabeça, outros infligiam-Lhe dores esbofeteando-O, ou cobrindo-Lhe o rosto, davam-lhe murros. Jesus suportava tudo em silêncio. Quem compreenderá sua dor? Jesus olhava para o chão, e eu senti o que então estava acontecendo no Dulcíssimo Coração de Jesus. Que toda alma reflita sobre o que Jesus sofreu nesse momento. Rivalizavam uns com os outros em insultos ao Senhor. Eu ficava refletindo de onde vinha tanta maldade no homem? E no entanto é o pecado que causa tudo isso - encontrou-se o amor com o pecado." (Diário de Santa Faustina, A Misericórdia Divina na Minha Alma, parágrafo 408, páginas 139-140, edição brasileira 1995) 

Como vimos acima, muito embora o tenha reconhecido inocente, Pilatos manda flagelar Jesus, que é submetido ao escárnio pelos soldados romanos. Jesus sofre muitas chicotadas, a ponto de quase ser morto ali mesmo.

Meditando sobre a flagelação de Jesus, observamos que, muitas vezes, nós também somos flagelados pelos problemas da vida, principalmente os problemas no âmbito familiar. Nós também já sentimos o duro flagelo de ser rejeitado (a) pelas pessoas que mais amamos. Já sentimos também o duro flagelo da doença, do abandono, da crítica, do desprezo, das dificuldades financeiras.

Portanto, diante da tribulação e da flagelação representada pela cruz pessoal de cada um de nós, PACIÊNCIA. Pois é o caminho da tribulação, a porta estreita, que leva ao Reino dos Céus. Se Jesus também sofreu, muito embora reconhecidamente INOCENTE, também nós poderemos passar – e por certo passaremos – por momentos de tribulação. Nessas horas, é fundamental estar com a palavra de Deus bem presente na vida, para pô-la em prática, pois é o sopro de CRISTO (o Evangelho) que aniquila todos os males.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

3º MISTÉRIO DOLOROSO – A COROAÇÃO DE ESPINHOS:

"...16. Os soldados conduziram-no ao interior do pátio, isto é, ao pretório, onde convocaram toda a coorte. 17. Vestiram Jesus de púrpura, teceram uma coroa de espinhos e a colocaram na sua cabeça. 18. E começaram a saudá-lo: Salve, rei dos judeus! 19. Davam-lhe na cabeça com uma vara, cuspiam nele e punham-se de joelhos como para homenageá-lo. 20. Depois de terem escarnecido dele, tiraram-lhe a púrpura, deram-lhe de novo as vestes e conduziram-no fora para o crucificar..." (Marcos 15, 16-20)


Não bastasse a flagelação injusta, Jesus ainda foi submetido a profunda humilhação por parte dos soldados romanos, que lhe confeccionaram uma coroa de espinhos, lhe cobriram com um manto escarlate (vermelho), e lhe cuspiam e esbofeteavam, gritando jocosamente “Salve o Rei dos Judeus”.

Você talvez já tenha passado por situação assim, de se ver ou se sentir humilhado. Quando isso ocorre, tenha paciência. Lembre-se do que está escrito em Eclesiástico, capítulo 2:

“Meu filho, se entrares no serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara tua alma para a provação; humilha teu coração espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não se perturbe no tempo da infelicidade, sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento de vida se enriqueça.

Aceita tudo o que te acontecer. Na dor permanece firme; na humilhação tem paciência. Pois é pelo fogo que se experimenta o ouro e a prata, e os homens [e mulheres] agradáveis a Deus, pelo caminho da humilhação. Põe a tua confiança em Deus e ele te salvará; orienta bem o teu caminho e espera nele. Conserva o temor a ele até na velhice.”

Você também pode passar por isso, sentir-se humilhado no trabalho, em casa, nos lugares onde precisa ir. Pense muito no trecho bíblico acima citado. Lembre que a palavra de Deus é o sopro que aniquila todos os males. Além disso, se o próprio Cristo foi humilhado e não teve nenhuma reação diante dos opróbrios, é porque esta é a forma mais recomendada de enfrentar uma situação que – pelo menos momentaneamente – se revela imodificável.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

4º JESUS CARREGANDO A CRUZ.

"...26. Enquanto o conduziam, detiveram um certo Simão de Cirene, que voltava do campo, e impuseram-lhe a cruz para que a carregasse atrás de Jesus. 27. Seguia-o uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e o lamentavam. 28. Voltando-se para elas, Jesus disse: Filhas de Jerusalém, não choreis sobre mim, mas chorai sobre vós mesmas e sobre vossos filhos. 29. Porque virão dias em que se dirá: Felizes as estéreis, os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram! 30. Então dirão aos montes: Caí sobre nós! E aos outeiros: Cobri-nos! 31. Porque, se eles fazem isto ao lenho verde, que acontecerá ao seco? 32. Eram conduzidos ao mesmo tempo dois malfeitores para serem mortos com Jesus..." (Lucas 23, 26-32)

Momento de intenso sofrimento é quando Jesus é obrigado a carregar a própria cruz. Medite cada passo do Senhor dos Passos. Quanta dor, quanto sofrimento. O peso esmagador da cruz, sobrecarregada pelos pecados do mundo. Lembre que Jesus já vinha de uma noite toda de agonia e tortura, estando sem dormir e, possivelmente, sem comer nem beber. Lembre também de São Bernardo, que recebeu a revelação de que a chaga mais dolorosa de Jesus era a chaga do ombro, no qual ele tinha de apoiar a cruz. Pense no Divino Mestre, em seus passos sofridos, cambaleantes, nas três quedas que sofreu. Não deixe de meditar no momento especial do encontro entre a Mãe e o Filho.



Será que existe dor maior para uma mãe ver o filho nestas condições.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

5º MISTÉRIO, MEDITE A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS.

"...25. Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. 26. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. 27. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa. 28. Em seguida, sabendo Jesus que tudo estava consumado, para se cumprir plenamente a Escritura, disse: Tenho sede. 29. Havia ali um vaso cheio de vinagre. Os soldados encheram de vinagre uma esponja e, fixando-a numa vara de hissopo, chegaram-lhe à boca. 30. Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: Tudo está consumado. Inclinou a cabeça e rendeu o espírito..." (João 19, 25-30)



Procure meditar a forma estúpida e violenta como Jesus foi crucificado. Lembre-se do Salmo 22 (21):

“Meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes? (...) Eu, porém, sou um verme, não sou homem, o opróbrio de todos e a abjeção da plebe. Todos os que me vêem zombam de mim. Dizem, meneando a cabeça: ‘Esperou no Senhor, pois que ele o livre; que o salve se o ama’. (...) Cercam-me touros numerosos, rodeiam-me touros de Basã; contra mim eles abrem suas fauces, como o leão que ruge e arrebata. Derramo-me como água, todos os meus ossos se desconjuntam; meu coração tornou-se como cera, e derrete-se nas minhas entranhas. Minha garganta está seca qual barro cozido, pega-se no paladar a minha língua: vós me reduzistes ao pó da morte. Sim, rodeia-me uma malta de cães, cerca-me um bando de malfeitores. Transpassaram minhas mãos e meus pés: poderia contar todos os meus ossos. Eles me olham e me observam com alegria, repartem entre si as minhas vestes, e lançam a sorte sobre a minha túnica...”

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

-------------------------------------------------------------------

Não é preciso muito esforço para perceber que Jesus padeceu enorme sofrimento. Além da humilhação, Jesus ainda foi transpassado pelos pregos, fixado na cruz e elevado para a salvação do mundo.

Era em torno do meio-dia. Jesus permaneceu nesta agonia profunda até às 3 horas da tarde, momento em que expirou e morreu.

Medite e tenha certeza: FOI TUDO POR VOCÊ, POR AMOR A VOCÊ!

Jesus foi crucificado para resgatar a dívida e a dignidade da espécie humana. Isso inclui, obviamente, você também. Toda vez que você olhar para um crucifixo lembre: FOI POR NÓS, POR TODOS NÓS, QUE JESUS ENTREGOU A SUA VIDA.

O SANGUE que JORROU DA CRUZ é fonte de misericórdia para todos os seres humanos, um manancial inesgotável, uma abismo infinito do amor de Deus para com todas as pessoas. Feliz quem, no momento favorável, confia-se na incomparável e imensurável misericórdia de DEUS. Quem não confiar e não buscar a misericórdia, enfrentará a JUSTIÇA!

Foi por VOCÊ, porque o (a) amo, no mais profundo do meu coração.

IV- MISTÉRIOS GLORIOSOS:

Conforme consta na Escritura, Deus não permitiu que seu Filho experimentasse a corrupção, no caso a decomposição. Observe que a decomposição começa no terceiro dia, e Jesus ressuscitou antes que este fenômeno orgânico tivesse início.

Além disso, observo que ao Cristo foi dada toda a Glória e toda Honra. Por ter sido obediente na vida, sujeitando-se aos desígnios do Pai, o Filho recebeu um nome acima de todo qualquer nome, para que toda língua proclame o senhorio de Jesus sobre tudo o que há, tudo o que houve e tudo que sermpre será.

1º  MISTÉRIO: A RESSURREIÇÃO DE JESUS:

"10. Os discípulos, então, voltaram para casa. 11. Maria tinha ficado fora, a chorar junto ao túmulo. Enquanto ainda chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12. Viu então dois anjos vestidos de branco, sentados onde o corpo de Jesus tinha sido colocado, um à cabeceira e outro aos pés. 13. Então os anjos perguntaram: «Mulher, porque choras?» Ela respondeu: «Porque levaram o meu Senhor e não sei onde O colocaram». 14. Depois de dizer isto, Maria virou-se e viu Jesus de pé; mas não sabia que era Jesus. 15. E Jesus perguntou: «Mulher, porque choras? Quem procuras?» Maria pensou que fosse o jardineiro e disse: «Se foste tu que O levaste, diz-me onde O puseste para eu ir buscá-l'O». 16. Então Jesus disse: «Maria». Ela virou-se e exclamou em hebraico: «Rabuni!» (que quer dizer: Mestre). 17. Jesus disse: «Não Me segures, porque ainda não voltei para o Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: "Subo para junto de meu Pai, que é vosso Pai, de meu Deus, que é o vosso Deus"». 18. Então Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos: «Eu vi o Senhor». E contou o que Jesus tinha dito. 19. Era o primeiro dia da semana. Ao anoitecer desse dia, estando fechadas as portas do lugar onde se achavam os discípulos por medo das autoridades dos judeus, Jesus entrou. Ficou no meio deles e disse: «A paz esteja convosco». 20. Dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos ficaram contentes por ver o Senhor. 21. Jesus disse-lhes novamente: «A paz esteja convosco. Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós».
22. E, tendo dito isto, Jesus soprou sobre eles, dizendo: «Recebei o Espírito Santo. 23. Os pecados daqueles a quem perdoardes serão perdoados. Os pecados daqueles a quem não perdoardes não serão perdoados». (Jo 20, 11-22)


Venceu o Leão da Tribo de Judá, Cristo Senhor Nosso, Aleluia!

Era preciso vencer todos os inimos, inclusive a morte. Jesus venceu a morte por nós, para que tivéssemos um gene vencedor em nosso corpo e um espírito destimido e corajoso. "Oh! morte onde está tua vitória? Cristo Jesus sempre vivo entre nós!"

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

2º  MISTÉRIO: A ASCENSÃO DE JESUS:

"...6. Então, os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: «Senhor, é agora que vais restaurar o Reino de Israel?»  7. Jesus respondeu: «Não pertence a vós saber os tempos e as datas que o Pai reservou à sua própria autoridade. 8. Mas o Espírito Santo descerá sobre vós, e d'Ele recebereis força para serdes as minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até aos extremos da Terra». 9. Depois de dizer isto, Jesus foi levado ao Céu à vista deles. E quando uma nuvem O cobriu, eles não puderam vê-l'O mais. 10. Os Apóstolos continuavam a olhar para o Céu, enquanto Jesus Se afastava. Mas, de repente, dois homens vestidos de branco apareceram-lhes 11. e disseram: «Homens da Galileia, porque estais aí parados a olhar para o Céu? Esse Jesus que vos foi tirado e levado para o céu, virá do mesmo modo como O vistes partir para o Céu»..." (At 1, 6-11)


Por entre aclamações o Senhor se elevou, mostrando sua incomparável realeza. Há, porém, um tempo longo ainda ao povo de Deus, um tempo de batalhas e combates espirituais. Nossa Certeza é que o Senhor se elevou, por força de seu próprio poder. Louvado seja Deus para sempre.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

3º MISTÉRIO - A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO - O PENTECOSTES
"...1.Quando chegou o dia de Pentecostes, todos eles estavam reunidos no mesmo lugar. 2. De repente, veio do céu um barulho como o sopro de um forte vendaval, e encheu a casa onde eles se encontravam. 3. Apareceram então uma espécie de línguas de fogo, que se espalharam e foram poisar sobre cada um deles. 4. Todos ficaram repletos do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem. 5. Acontece que em Jerusalém moravam judeus devotos de todas as nações do mundo. 6. Quando ouviram o barulho, todos se reuniram e ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos a falar na sua própria língua. 7. Espantados e surpreendidos, diziam: «Estes homens que estão a falar não são todos galileus? 8. Como é que cada um de nós os ouve na nossa língua materna?..." (At 2. 1-8)


Medite como os apóstolos eram pessoas frágeis, medrosas e ignorante. Mas, depois do dia de Pentecostes, eles se tornaram fortes e destemidos, saindo pelo mundo afora para propagar o Evangelho da Paz. Bendito seja Deus para sempre, pelo Dia de Pentecostes. Bendito seja Deus, pois o Pentecostes acontece novamente em todos os grupos de oração.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

4º MISTÉRIO - A ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

"...1. Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. 2. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz.  3. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas. 4. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho. 5. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono. 6. A Mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias. 7. Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, 8. mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. 9. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos. 10. Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus..." (Ap. 12, 1-10)


Maria entra na Mansão Celestial. Toda formosa e resplandecente, como a bendita entre todas as mulheres, a cheia de graça, a predileta de Deus, a imaculada, a mais bela de todas as criaturas.

Reza-se: 1 Pai Nosso (conta grande); 10 Ave-Marias (contas pequenas); 1 Glória ao Pai...; 1 Jaculatória, Ó Meu Jesus...

5º MISTÉRIO - A COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA, COMO RAINHA DO CÉU E DA TERRA.

"...22. Estendi meus galhos como um terebinto, meus ramos são de honra e de graça. 23. Cresci como a vinha de frutos de agradável odor, e minhas flores são frutos de glória e abundância. 24. Sou a mãe do puro amor, do temor (de Deus), da ciência e da santa esperança, 25. em mim se acha toda a graça do caminho e da verdade, em mim toda a esperança da vida e da virtude. 26. Vinde a mim todos os que me desejais com ardor, e enchei-vos de meus frutos; 27. pois meu espírito é mais doce do que o mel, e minha posse mais suave que o favo de mel. 28. A memória de meu nome durará por toda a série dos séculos. 29. Aqueles que me comem terão ainda fome, e aqueles que me bebem terão ainda sede. 30. Aquele que me ouve não será humilhado, e os que agem por mim não pecarão. 31. Aqueles que me tornam conhecida terão a vida eterna..." (Eclo. 24, 22-31)


Nossa Senhora é glorificada pela Santíssima Trindade. 'Ela resplandece como Rainha dos Anjos e dos Santos...". Em meio ao júbilo de toda a corte celeste, o Pai Eterno A coroou, comunicando-Lhe a onipotência da súplica, o Filho, a sabedoria; e o Espírito Santo o amor. Premiada com esse tríplice diadema, Nossa Senhora, Soberana e Mãe compassiva, começa a estender sobre nós, filhos adotivos dela, a inesgotável abundância de suas misericórdias.

Por este mistério, peçamos por intercessão da Santíssima Virgem a perseverança na graça e a coroa da glória.

------------------------------------------------------------
ORAÇÕES FINAIS

PAI ETERNO, eu vos ofereço pelas mãos de Maria Santíssima o preciosíssimo sange de vosso Filho. Ofereço-Vos também as lágrimas de Nossa Senhora pela purificação da Terra e conversão dos homens, pela fidelidade de vossos escolhidos, pela vitória da Santa Igreja e triundo do Imaculado Coração da Maria.

AGRADECIMENTO. Infinitas graças vos damos, soberna Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos, agora e sempre, tomar-nos debaixo de vosso poderoso amparo e, para mais vos obrigar, Vos saudamos com uma Salve Rainha.

SALVE RAINHA, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A Vós bradamos, degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando, neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa; esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei; e depois deste desterro, mostrai-nos JESUS, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. V. ROGAI POR NÓS SANTA MÃE DE DEUS. R. PARA QUE SEJAMOS DIGNOS DAS PROMESSAS DE CRISTO.

"Aquele que crê em Mim, fará também as coisas que eu faço". Por isso, propague o Evangelho da Paz!!!

A Paz de Jesus a todos. O Amor de Maria, Nossa Senhora!